Pequenas vitórias

22 fev

Não há muitos segredos para se ter um bom dia.

Tudo começa dentro de você. Você pode viver situações incríveis e se sentir entediado. E pode viver coisas muito banais e perceber que não gostaria de estar em nenhuma outra pele que não fosse a sua. A peça que é a sua vida pode ser meio monótona ou trabalhosa às vezes, mas é a sua peça. Quando assumimos a responsabilidade – mas não o controle – sobre o que acontece ao nosso redor, tudo fica mais nítido e interessante. E quando paramos de correr atrás dos grandes momentos (porque eles vão com a mesma velocidade que vem), encontramos gratas surpresas em meio às pequenas coisas da rotina.

79307807, Image Source /Image Source

Uma ida ao dentista, por exemplo, pode ser uma vitória e tanto. Sempre parti do pressuposto que dentista era um mal necessário. Corrigindo, IR ao dentista era um mal necessário. Quando eu era pequena, o mal só era mais ou menos compensado por alguns presentinhos que minha dentista dava depois da consulta. Sempre tive tendência de ter cáries (sim, isso existe e não, não é sinônimo de muita balinha e pouca afinidade com a escova de dente!). Então me acostumei a chegar no dentista e receber o veredicto: cáries à vista! Motorzinho nelas. Damn it. Para melhorar, boa parte dos meus dentes começaram a nascer antes dos de leite caírem, atrás deles. Minha dentista um dia resolveu ajudar a natureza e arrancou dois dentes com o alicate! Na tora! Sem me avisar! Olhando pra trás, eu acho que nem doeu tanto. Mas o susto foi huuuge. Você tem que entender que eu era daquelas pessoas que não arrancava o dente. Se Deus quer que ele caia, deixa o bendito cair no dia que quiser. Não conte com minha ajuda no processo. Métodos caseiros como “laçadas certeiras com fio dental” ou “mordidas em maçãs” não se aplicavam a minha pessoa.

Bom, a vida passou, e eu finalmente conheci a anestesia. Uma das melhores coisas que inventaram depois do doce. Porque não usam aquela bendita o tempo todo?! Ela é…a criptonita daquele motorzinho tenebroso! Fica só o barulhinho (rosna, mas não morde) Depois que entrei na era da anestesia, enfrentei de limpezas a cirurgias pra tirar os quatro sisos.

Fiquei um bom tempo sem aparecer em um consultório. Depois de muita procrastinação, voltei. Já cheguei esperando o inevitável. A qualquer momento, ela vai achar alguma coisa errada. Mas qual não foi a minha surpresa quando eu descobri que não tinha nenhuma cárie? Ieiii! Venci as malditaaaas! Saí de lá feliz da vida, apenas com uma boa limpeza de rotina. Ok, eu tenho um segredo: escovar os dentes depois de todas as refeições e passar fio dental duas vezes por dia (Colgate e Oral B, estou disponível para comerciais).

78777883, Fuse /Fuse

Se você deixar passar as pequenas vitórias da vida, não vai achar muita graça nas grandes. Quando olhamos para trás, vemos que melhoramos em alguma coisa. Evoluímos, crescemos, estamos melhores. Melhores para comer, conversar, se vestir, se relacionar e cuidar dos dentes. Temos sim o que comemorar. Todos os dias.

Abraço e até a próxima =)

2 Respostas to “Pequenas vitórias”

  1. Paulo abril 30, 2011 às 9:26 pm #

    Olá, Andrea

    Muito legal sua mensagem. É bem isso. E vc tem chance de fazer um comercial, sim. Seu sorriso é lindo!🙂

    Bjo e inté a próxima!

    Paulo

  2. Fernando Martins julho 14, 2011 às 11:26 pm #

    Oi Déia, vejo que você mudou o visual do Blog e ficou muito bom! Só precisa mesmo é de voltar postar né, hehe! =)

    Abraço e saudade!

    Fernando

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: