Amor não correspondido: o que fazer?

5 ago

Oi gente!

Hoje o post é uma dica para os meus leitores que, como eu sei, são super bem intencionados e só querem o melhor para seus amigos.🙂 O texto é big, mas o motivo é nobre.

Muitos de nós já passaram pelo menos uma vez por uma certa experiência que pode ser até meio chata: descobrir que alguém gosta de você. Não, não é essa a parte chata! Mas sim constatar que você não sente a mesma coisa pela pessoa. Quando você percebe ou fica sabendo da notícia, vem a pergunta: o que fazer? Porque às vezes a pessoa é próxima, uma amiga, e fica aquela mistura de sentimentos estranhos e uma incerteza danada a respeito da melhor forma de agir com a dita cuja.

Eu também já passei por esse tipo de situação, e gostaria de deixar o meu ponto de vista e algumas dicas para vocês. Lembrando que minhas dicas são baseadas na minha experiência, na observação da vida alheia e em princípios que eu adotei para minha vida.😉 Mas acho que são bastante coerentes, então espero sejam úteis para vocês. Então vamos ao que interessa:

1. Não conte para Deus, o mundo e o fundo: Tudo bem contar para o melhor amigo (se não for ele!), mas não fique espalhando por aí o acontecimento, até porque muitas vezes a pessoa nem está sabendo lidar com o sentimento e está guardando para si. Não é exatamente uma sensação satisfatória perceber que está gostando de alguém que já deu sinais que não sente o mesmo. Então lide com o assunto com cuidado e respeito.

2. Não alimente falsas esperanças: É aqui que quase todo mundo esbarra. Antes de qualquer coisa, seja bem honesto consigo mesmo e veja se há alguma possibilidade de estar sentindo algo mais pela pessoa também. Não? Então assuma uma postura coerente. Todo mundo sabe que quando a gente gosta de alguém, um pingo vira alfabeto. A pessoa te olha sem querer, e você já acha que está flertando. Ela te dá um abraço (igual deu no amigo do lado), e você sente que com você foi…nossa, super especial. Ela fala que te acha muito legal, e você acha que que ela disse que você é a pessoa da vida dela. Em suma, sua mente começa a concordar com a loucura do seu coração. E o que era para durar dias pode durar mais de ano, até a pessoa arranjar um namorado e você ficar com cara de tacho.

Deu para entender a moral da história? Você não precisa cortar relações, mas coloque mais um real de bom senso nas suas demonstrações afetivas para não encher o coração do pobre coitado – ou pobre coitada – de esperança. Se for amigo, leve isso muito mais a sério. Principalmente vocês meninas, queridas do meu ♥, não fiquem dando mil abraços toda hora, chamando para saídas à dois (mesmo que vocês tenham feito isso a vida inteira sem segundas intenções) e jogando todo seu charme “involuntariamente” para nossa querida vítima do cupido. O que me leva à próxima dica.

3. Não se aproveite da situação: De repente sua ficha caiu que você está solteiro há umas boas estações, e essa nova situação não soa tão ruim, não é verdade? Você está carente, a pessoa te dá toda atenção do mundo, às vezes é até bonitinha ou gatinho, quem sabe eu só fico com ele… Sinto muito, mas esse tipo de atitude só tem um nome: Ato de Supremo Egoísmo. Você está prolongando o sofrimento de alguém para massagear seu ego. Está dizendo abertamente que seus sentimentos são infinitamente mais importante do que o deleSorry pela franqueza, mas eu não poderia enfatizar suficientemente quão mesquinho é isso. Então tome tipo: supere a tentação e coloque o coração do seu amigo em primeiro lugar.

4. Considere a possibilidade de uma conversa: Se a pessoa deixou bem claro o que sente, às vezes até verbalmente, talvez a melhor alternativa seja ter uma conversa amigável e sincera. Exponha seus sentimentos de maneira muito clara e deixe a pessoa falar também. Você quer o melhor para ela, não é? Quer que ela seja feliz, encontre alguém que corresponda a seus sentimentos, prossiga com sua vida ao invés de ficar empacada na esperança de uma história que nunca vai existir. Então fale tudo isso para ela, e libere o coração dela para voar e achar um outro alguém. Se ela vai entender e fazer algo a respeito, isso agora está nas mãos dela.

5. Talvez as coisas mudem no começo: Tudo bem, a pessoa entendeu e quer realmente seguir adiante. Mas é claro que o coração da dita cuja não muda do mesmo jeito que você troca uma estação de rádio. Isso vai levar tempo. Então mantenha todo o bom senso, principalmente no começo. Se seu comportamento for incoerente, a pessoa vai ficar confusa e pode voltar a estaca zero. Então mesmo que isso signifique diminuir a proximidade no começo, considere que essa alternativa pode ser a melhor. Com o tempo, tudo tende a voltar para o lugar. Inclusive as boas amizades.

Fico então por aqui. Espero ter ajudado alguém por aí🙂  E se você conhece alguém que está nessa situação, compartilhe as dicas e de quebra ajude um pobre coração apaixonado a sair de um barco furado.

Abraço a todos =)

6 Respostas to “Amor não correspondido: o que fazer?”

  1. Marina de Deus agosto 8, 2011 às 6:27 pm #

    Adorei o post! Gosto mto de posts com dicas assim, enumeradinhas e práticas🙂 Bom demais vc ter voltado cheia de “material” haha
    bjobjo

    • blogdadeia agosto 8, 2011 às 9:05 pm #

      Pois é! Eu acho que é até mais fácil escrever desse jeito, viu?
      E bom te ver por aqui também🙂
      Bjo!

  2. Roberta Fázio agosto 9, 2011 às 12:40 am #

    Muito bom Deia…hehehehe você é muito engraçada! Tava aqui mostrando pra umas amigas … adorei!Todo mundo sofreu ou vai sofrer desse mal um dia…adorei! bju

    • blogdadeia agosto 9, 2011 às 3:10 pm #

      Obrigada!🙂
      Com certeza esse é um mal comum a todos! haha
      A gente tem que se ajudar com algumas diquinhas para facilitar um pouco, né?
      Bjo!

  3. Vítor C. Ferolla agosto 9, 2011 às 9:11 am #

    Oi Deia,

    gostei mt desse post, foi salvar e dps planejo subir ele p/ meu blog.

    abração,
    fique na graça!

    • blogdadeia agosto 9, 2011 às 3:07 pm #

      Olha só, que legal! Obrigada!

      Abraço🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: