Pulando a Cerca: O Lado dos Solteiros

26 ago

Oi gente!

Estava lendo agora há pouco uma reportagem na revista Women\’s Health desse mês sobre traição. A matéria fala sobre o aumento do número de pessoas que traem (portanto, do número de traídas também) e sobre fatores biológicos que influenciam o ato de trair. Não vou me apegar aos detalhes e vou pular direto para o final do matéria: por maior que seja a influência do meio e do próprio corpo, trair continua sendo uma decisão. Como bons seres humanos que somos, nosso cérebro avançado não dá boas desculpas para nosso instinto irracional.

Mas hoje quero falar de um outro lado da história: o lado dos solteiros. Tenho percebido que tem gente bem intencionada que não trairia seu namorado, mas não veria taaanto problema em ficar com o namorado de outra. Hein? Pois é, na hora do vamo-vê você está lá, ele também está lá todo bonitão, dando em cima, a namorada não está por perto, você nem sabe se aquela aliança é de compromisso, vai que te passaram informação errada e ele nem está namorando, e de repente o que era preto no branco ficou uma grande zona cinzenta na cabeça.

Vou  dar então o meu parecer sobre o assunto e deixar algumas considerações que acredito que todos deveriam fazer na hora da verdade. Meninos, eu tenho mania de escrever para mulheres (falo namorado ao invés de namorada, e por aí vai), mas o artigo é para todos. Estamos em temporada de shows (Barretos, Camaru em Uberlândia, Rock in Rio mês que vem, etc), a famosa terra-de-ninguém, paraíso para fazer tudo aquilo que dá na cabeça, sem contar os habituais churrascos, viagens, festas, e por aí vai. É nessas horas que o bicho pega. Acho que essas considerações então vão ser úteis. Mas vamos ao que interessa.1. O problema é dos dois: a maior tentação na hora da tentação é achar que o problema é só do lado de quem está namorando. Ledo engano. Ninguém beija sozinho, abraça sozinho, faz daí pra frente sozinho. A não ser que eu esteja escrevendo para um boneco inflável, você também é responsável pelo que acontece e pelo que não acontece. Quando prestarmos conta com O Lá de Cima, é cada um por si. Se você não vê problema na situação, que não seja por achar que a culpa é só do outro que está dando mole.

2. Tudo o que vai, volta: Nas palavras do filósofo Justin Timberlake, what goes around comes around. Essa é uma lei do Universo que está acima de qualquer crença. Sábios de séculos atrás já afirmavam que tudo que você planta, você colhe. Talvez não da mesma maneira, mas de algum jeito você recebe a recompensa pelo seu esforço – ou por suas escorregadas (para não dizer outra palavra). Bem justo. Então quer colher coisas boas? Faça sua parte e semeie coisas boas.3. Coloque-se no lugar do traído: Eu quero ser um mico de circo se tem alguém lendo esse artigo que gosta, curte pra valer ser traído. Não tem. Se fosse coisa boa, chifrudo era elogio. Se você não gosta, por que acha que a namorada do que está dando mole acharia bom? Vale aqui outra lei universal: não faça com os outros o que você não gostaria que os outros fizessem com você.4. “Já fizeram isso comigo”: Eu entendo o raciocínio. Você foi fiel, fez tudo direitinho, e de repente fica sabendo que o outro pulou a cerca. Então pra quê evitar agora o que todo mundo já está fazendo? Olha, posso até ser uma pessoa à moda antiga, com valores meio diferentes. Mas realmente acho que você nunca deve nivelar por baixo. Essa é a desgraça da nossa humanidade. Usar os erros alheios para justificar os próprios. Você pode sim estabelecer padrões mais elevados para si mesmo. Até porque ajudar outra pessoa a trair seu namorado não vai anular ou mesmo diminuir o que aconteceu com você. Você só está passando a desgraça adiante, fazendo exatamente o que fizeram com você. Tenha coragem de ser superior a isso.5. Você não precisa disso: Você é interessante o suficiente para conquistar a atenção e o coração de alguém por completo. Quando a gente ama e admira muito uma pessoa, é capaz de abrir mão de todas as outras opções no mercado. Não é mágica, é compromisso. E existe pessoas que ainda acreditam nisso, pode ter certeza. Repita comigo: Eu sou uma pessoa linda, inteligente, interessante, capaz, e posso ter alguém incrível do meu lado. Só do meu lado.

Último pensamento: mesmo que ele proponha sair do relacionamento em que está para ficar com você, vou ser sincera. Meu conselho é: pula fora. Se já está provado que monogamia não é o forte dele, o que te garante que na sua vez vai ser diferente? Eu, hein…chuta que é laço!

Para ilustrar o raciocínio, deixo então um sambinha muito bom de Zeca Baleiro, interpretado pelo simpático Diogo Nogueira.

Abraço a todos =)

8 Respostas to “Pulando a Cerca: O Lado dos Solteiros”

  1. Marina de Deus agosto 27, 2011 às 11:49 am #

    Nossa, tinha tempo que eu não passava por aqui! Tive que ler a Maratona do Cordel de uma vez🙂 Adorei os posts! Estão cada vez melhores!!🙂

    Bjobjo

    • blogdadeia agosto 27, 2011 às 3:56 pm #

      Leu a Maratona de uma vez? Overdose total de Cordel! haha
      Obrigada! Aumentar a frequência ajudou bastante.🙂

      Bjo!

  2. Mari agosto 31, 2011 às 8:25 pm #

    Amei heheheh! Isso aí!!!

    • blogdadeia setembro 1, 2011 às 2:52 pm #

      #ProntoFalei
      hehehe
      Bjo!

  3. Ju setembro 7, 2011 às 12:22 am #

    Gostei do seu jeito tapa-com-luva-de-pelica pras “mocinhas” que se engraçam com homem que tem dona! É, mas tenho que admitir que também têm uns mocinhos que se fazem de tontos e procuram rolo no terreno do vizinho. Muito bom!

    • blogdadeia setembro 7, 2011 às 9:53 pm #

      Pois é, nessa onda de “eu sigo meu coração”, as pessoas fazem as maiores bobagens. E acabam gerando estrago na vida dos outros também. É só pensar no próximo, por um segundo que seja, que tomamos atitudes totalmente diferentes.

  4. roberta fazio setembro 8, 2011 às 1:43 am #

    Só o q tem é falsa mocinha querendo o marido alheio.um um…

    • blogdadeia setembro 8, 2011 às 1:54 pm #

      É o que eu vejo por aí! Xô encosto….hahaha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: