Inevitável imperfeição

21 out

Eu não sei quanto a você, mas para mim a realidade da imperfeição sempre foi algo difícil de engolir. Acredito que Deus criou os seres humanos originalmente para viver em um mundo perfeito. Mas adivinhe só? Graças a nossos ancestrais a perfeição desse mundo não durou nada e agora temos que lidar com problemas do lado de dentro e do lado de fora, todos os dias.

Quando se é um perfeccionista, a luta parece dez vezes maior. Em tudo buscamos um estado ideal que simplesmente não existe, seja no trabalho, nos relacionamentos, na maneira de agir, de pensar ou sentir. Se não soubermos controlar nossa ânsia pelo ideal, estamos fadados a um triste sentimento de derrota.

Nem só os perfeccionistas sofrem com isso. A verdade é que todos nós em algum momento olhamos para nossa vida e constatamos que ela não está acontecendo bem com gostaríamos. Não estamos tão bonitos ou tão em forma, nosso emprego não é tão interessante, o dia a dia não é tão emocionante, os projetos não estão em dia, não temos grana para tudo que queremos, não somos tão legais e pacientes como gostaríamos. Por mais que tenhamos alguns momentos de glória e merecido refrigério, a verdade é que em 90% do tempo estamos às voltas com todas as frustrações de um ser humano imperfeito vivendo em um mundo igualmente imperfeito.

Se você se identifica com essas frustrações, deixo algumas dicas de quem está aprendendo no meio do jogo o que é driblar o adversário.

1. Não existe perfeição: Essa palavra bem podia ser banida do planeta Terra se não fosse tão útil como força de expressão (eg: “Comprei um vestido perfeitooo!”). O fato é que quanto mais cedo aceitamos os erros e limitações como fatores normais e inevitáveis, mais fácil é ficar de bem com a vida. A mega fila do banco roubou 2 horas do seu dia? Normal! Você errou a mão e o molho ficou ruim? Acontece! Brigou com seu amigo? Relacionamentos são assim mesmo! Você não precisa sorrir de orelha a orelha diante de cada revés, mas também não precisa se descabelar como se fosse o fim do mundo. Essa é a vida. E ainda assim, ela é bonita.

2. Todo dia é um novo dia: Talvez você esteja familiarizado com essa cena: você coloca a cabeça no travesseiro e instintivamente fica remoendo o fora que deu, a estudada que não deu, o “feliz aniversário” que esqueceu de dar, o “me desculpa” que preferiu não falar, enfim, tudo aquilo que te colocou para baixo ao longo do dia. Sabe o melhor a fazer? Dormir. Não perde tempo, não. Dorme logo e bastante. Quando você acordar vai estar em um novo dia. Uma folha em branco, uma nova chance de esforçar mais, de pensar mais antes de agir, de aproveitar melhor seu tempo, de ser uma pessoa melhor com os que estão ao seu redor, de curtir mais a vida. Já te aviso que seu novo dia não vai ser perfeito. Mas sabe do quê? Pode ser realmente incrível.

3. Não seja seu próprio carrasco: Acredito que é essencial desenvolver a capacidade de se analisar e reconhecer todas as áreas em que precisa melhorar. Mas isso é muito diferente de se martirizar. Você não precisa ficar se matando de culpa o tempo todo por ter pisado na bola de novo. A culpa nos deixa irritados, deprimidos, frustrados, desesperançosos. Pessoas assim não vencem na vida. Elas azedam suas vidas e a vida de quem está por perto. E eu e você não queremos isso. Então quando a culpa tentar te manter no chão, pense em todas as muitas qualidades e aspectos positivos de sua personalidade. Pense em todos os seus acertos. Pense nos momentos em que você deu a volta por cima, deu um golpe de mestre, fez algo que parecia além de suas capacidades, foi além. Isso sim é um ótimo combustível para te manter firme no processo de se tornar uma pessoa melhor.

4. Pior do que errar, é não aprender e consertar: Se você já leu um pouco a Bíblia, talvez tenha notado que Deus é muito realista. Ele não fica chocado com nossos erros. Ele não balança a cabeça e diz “Tsc, tsc”. Ele oferece um caminho prático. Pisou na bola? Se arrependa, aprenda a lição e conserte o erro. Simples assim. A lamentação é pouco produtiva e surpreendentemente confortável. Você reclama do que deu errado, mas fica só no estágio do remorso, ou seja, não reflete sobre a raiz do problema e não faz nada para consertar o que aconteceu. Todos os caras relevantes da Bíblia cometeram erros feios, mas o que deu a palavra final na vida deles foi a atitude de se arrepender, pedir perdão e fazer o certo. Isso é caráter. E caráter é algo que todos nós precisamos.

5. A palavra é crescer: Existe um provérbio que eu adoro: O caminho do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até se tornar dia perfeito. Isso é o que você deve almejar na sua vida: crescimento constante. É olhar para trás e perceber que você já melhorou muito. Pode estar anos-luz do que gostaria, mas definitivamente está muito melhor do que já foi. Não se conforme com tudo de ruim que acontece, seja por dentro ou por fora. Pelo contrário, lute para se tornar melhor e fazer do mundo um lugar melhor. Mas não se esqueça que isso leva tempo. O crescimento não é um processo de dias ou meses, é uma jornada de uma vida. Então siga em frente.

Essas são as dicas de hoje. Espero que sejam úteis para você na hora em que o frustração tentar te dominar! Precisamos nos lembrar que no final das contas, é a gente que escolhe a vida que quer ter.😉

Abração a todos =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: