Asa-delta no Rio! Anima?

27 out

Oi gente!

Há exatamente duas semanas eu estava na rampa da Pedra Bonita, no alto da Cidade Maravilhosa, pronta para saltar de asa-delta. Tive o privilégio de ficar mais de meia hora esperando pela minha vez. Privilégio? Bom, quando a vista é essa aqui…

Vista de São Conrado retirada deste site: http://bit.ly/tCRiW3

…eu realmente não me importo em tomar chá de cadeira.🙂

Pular de asa-delta é uma daquelas experiências que constavam na minha lista de Coisas Legais que Vou Fazer na Vida. Aliás, acho que essa é uma lista que todo mundo devia ter. Quando a gente escreve e oficializa o desejo, a antena fica ligada em qualquer oportunidade de realizar aquilo. Guardamos dinheiro, nos programamos, e aí a probabilidade de ver a coisa acontecendo é muito grande. Mais do que sonhar alto, é muito importante fazer por onde para ver as coisas legais acontecendo na sua vida.

Agora a experiência é in-crí-vel. Uma delícia, de verdade. Muita gente pergunta como eu e meus amigos tivemos coragem. E a primeira coisa que eu tenho a dizer é: não é tão tenso assim. Fiquei mais tensa no dia anterior do que na hora do vamos-ver. Quando estava voando então, foi suuussa! É tão bom brincar de passarinho e a vista é tão linda que nem tive tempo de pensar o que eu ia fazer se o negócio caísse. Na hora, a palavra de ordem é: relaxe. E curta a vista.😉

Acho difícil um lugar mais legal para voar do que o Rio. Eu realmente adoro essa cidade, então acho que sou meio suspeita pra falar. Mas uma cidade encravada no meio da natureza, cheia de morros, matas e praias? Não tem erro. Tudo fica ainda mais interessante lá de cima.

E para você que quer saber como funciona esse negócio de voar de asa-delta no Rio, vou deixar um passo-a-passo de como foi para mim e meus amigos.

  1. Há várias “empresas” que fazem o vôo. Na verdade, são instrutores de vôo que fazem parceria com outros pilotos para realizar os vôos. O jeito mais fácil de procurar e escolher a que você quer é pela internet. Pelo que vi, o preço não varia muito e fica perto dos R$200. Minha amiga recebeu uma indicação do Beto (http://www.betorotor.com/)  e fechamos com ele nesse valor. Super aprovado!
  2. A gente deixa pré-agendado por e-mail (porque tudo depende das condições do tempo na hora do vôo). Marcamos um lugar onde eles ficam de nos buscar que, no caso, foi um shopping na praia de São Conrado. É sobre essa praia que sobrevoamos. Se você estiver hospedado na Zona Sul ou na Barra da Tijuca, eles podem te buscar. O transfer é R$40 para 4 pessoas.
  3. Nos buscaram em um buggy amarelo, com uma asa-delta desmontada em cima. Primeira impressão, niiiice!
  4. Eles nos levam de carro até a sede do clube de asa-delta de São Conrado. Lá a gente paga R$15 pra fazer uma carteirinha, porque legalmente a experiência precisa ser considerada como uma “aula de vôo”. Na prática, você vai sair pilotando tão bem quanto menino de 3 anos que nunca viu carro em um primeiro dia de auto-escola.
  5. Eles definem quem voa com qual instrutor, assinamos um contrato (“Diga para minha mãe que eu morri feliz”), e subimos o morro de carro até a rampa de salto.
  6. Lá vestimos a roupa-de-olimpíadas-do-faustão e treinamos a corridinha com o instrutor. Essa é a única coisa que a gente tem que fazer: correr na rampa na hora de saltar. Quanto mais rápido e sincronizado, melhor a saída. Então, mesmo que pareça uma galinha estúpida e desengonçada, corra!
  7. Nos prendem na asa-delta e entramos na fila. É uma galera saltando todos os dias.
  8. Corremos e saltamos (uhuuuuu!). Tem que gritar, viu?!
  9. Dura uns 10 minutos normalmente. Raramente, quando o vento está excepcional, pode durar mais. Mas 10 minutos já são suficientes para curtir muito!
  10. Hora de pousar. É um pouco tenso, eles dão meio que um mergulho tipo descida de montanha-russa, mas é friozinho-gostoso, e não friozinho-eu-vou-morrer-eu-vou-morreeeeer!!!
  11. Só uma dica: quando estiver quase parando, tente ficar do lado do instrutor, e não atrás dele. Sair arrastando o joelho na areia…não é legal.
  12. As fotos e a filmagem são à parte. Cada um é R$50. Você escolhe o que quer, pega o CD e paga tudo. É bom que a gente só paga depois do vôo.
  13. Fim!

Sabe quando você acaba de ir em uma coisa muito legal e quer ir de novo? É essa sensação que dá: let’s do it again! Nada que R$200 não possam fazer. É…fica pra próxima.

Como eu já disse, a experiência realmente é incrível, e só não recomendo se você morrer tiver fobia de altura. Mas em todos os outros casos, o medo é totalmente superável. A minha filosofia nesse tipo de coisa é: se alguém deu conta, eu também dou.

Fica então a dica para você que gosta de um pouco de aventura. Lembrando sempre que o que se leva dessa vida é a vida que se leva.😉

Abraço a todos =)

8 Respostas to “Asa-delta no Rio! Anima?”

  1. criadearteRoberta Fázio outubro 27, 2011 às 3:22 pm #

    aiai…que bom, mas que medo que me dá…gosto mesmo é de terra firme…mas perco de viver essas aventuras…:D

    • blogdadeia outubro 27, 2011 às 9:40 pm #

      Tem que procurar algumas aventuras de terra firme então! Vamos pensar nisso! hehe

  2. Beto Rotor outubro 27, 2011 às 10:55 pm #

    Olá!!! que relato m a r a v i l h o s o!!! muito show!!! lembro bem de você…
    Obrigado pela oportunidade de voar com você…

    • blogdadeia outubro 27, 2011 às 11:22 pm #

      Oi! Olha só, que legal você por aqui!
      Pois é, não tenho nem o que falar, a experiência foi incrível! Eu que agradeço!
      E agora é indicar para os amigos, né? Quem sabe você não vê um deles por aí qualquer dia desses? haha
      Abraço!

  3. Kennedy Lucas outubro 28, 2011 às 12:08 am #

    Oi Déia, que massa! Pareceu ser muito emocionante mesmo. As fotos ficaram ótimas!

    • blogdadeia outubro 28, 2011 às 11:08 am #

      Emocionante é a palavra certa =D
      Também gostei muito dessas fotos! Melhor jeito de reviver a experiência é ficar olhando pra elas…hehe

  4. Marina outubro 28, 2011 às 12:58 am #

    Adorei o post!!! Fui lembrando dos emails que troquei com o Beto, da torcida pra chover e nao dar certo (medooo haha), os cabelos esvoacantes no buggy amarelo, os instrutores gritando “bom voo”, a corridinha e a vista… 200 reais nao pagam 1/10 da sensação e de td que vimos!! Ahhh, revivi td lendo isso aqui!!! Thanks! Agora qro voar de balão ;p

    • blogdadeia outubro 28, 2011 às 11:17 am #

      É mesmo! Aquelo trajeto de buggy foi o melhooor… a experiência foi legal até nos detalhes, né?
      Ainda bem que o Rafael não conseguiu gorar o vôo com aquela energia negativa!! haha
      Menina, já acrescentei o vôo de balão na minha lista de coisas legais a fazer. A gente realiza umas, e já planeja outras =D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: