Arquivo | Acontece por aí RSS feed for this section

Momento Rural

22 ago

Oi gente!

Ontem foi dia de cavalgada aqui em Uberlândia e, como em todos os últimos anos, acabei assistindo tudo de camarote aqui do meu prédio. A cavalgada é um evento tradicional que anuncia a abertura da Exposição Agropecuária de UberlândiaMas para a maior parte da população, o que interessa mesmo é o aviso que a temporada de shows sertanejos no Camaru está para começar.

Até tirei algumas fotos para mostrar a força da galera rural da nossa cidade. Só que minha máquina e eu temos uma relação meio conflituosa. Uma pena, as fotos ficaram super boas. Vou recorrer a uma foto de outras cavalgadas da cidade para mostrar o movimento. É claro que sempre tem aqueles que desovam um par de botas e um chapéu de cowboy para posar de agroboy, mas vamos deixar o povo ser feliz e encarnar seu alter ego rural. O fato é que eu acho super divertido assistir o evento. É cavalo, é charrete, é carroça, é burro e até alguns bois eu vi desfilando pelas nossas avenidas. E sim, o sertanejo tocando, com sempre. Olha só algumas imagens do derrière dos cavalos.

Assisitindo a cavalgada, me lembrei de um outro episódio rural que aconteceu há alguns anos atrás.

Em uma noite escura e tranquila, como deveriam ser todas as noites, mas não são, porque nesse Centro o povo só quer saber de festar até tarde, enfim, em uma noite escura e tranquila, estava eu dormindo confortavelmente em minha cama, quando de repente um som irrompe na madrugada. Um som bem alto, porque meu sono não é leve. Eu levantei com aquele humor de “Que raios é isso??” quando de repente discerni um “ÊÊÊÊÊÔÔÔÔÔ VIDA DE GADO, POVO MARCADO, POVO FELIZ!!”.

Sim, o indivíduo me parou uma camionete na frente de outro prédio, a meio quarteirão de distância, ligou seu super mega power som e fez uma serenata improvisada. Eu perdoei ele por três motivos: (1) Não era ele quem estava cantando, (graças a Deus!) era gravação; (2) Qualquer pessoa que faça uma serenata com Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho, merece meus parabéns pela originalidade; (3) Acabou a música, ele picou a mula e deixou a gente dormir.

Acho que quase todo mundo que nasceu até o fim da década de 80 sabe que essa música é parte da trilha sonora da saudosa novela Rei do Gado. E é praticamente um consenso entre esse mesmo pessoal que a novela dos Berdinazzi e Mezenga foi uma das melhores que já passaram na TV. Então deixo essa música para começar bem nossa semana. Ainda não é a minha versão favorita, mas dá para curtir bem a persona que é Zé Ramalho.

 

Abraço rural a todos =)

Haiti: ações e reações

19 jan

Oi people!

Estava lendo algumas notícias antes de postar aqui. E notícia nesses últimos dias é sinônimo de Haiti. Eu tenho acompanhado a tragédia mais de perto porque eu fiquei totalmente chocada com a proporção do desastre. Acho que todo mundo, né?

E não é pra menos, olha só essas fotos.

Menina espera por comida em Porto Príncipe

Criança conduzida para acampamento de militares

Família em acampamento no bairro de Boyer

É muito triste. Estava vendo uma reportagem no Jornal da Band mostrando um repórter que entrou com uma equipe no meio dos escombros, tipo, se espreitou por uma fresta e entrou em um vão que ficou na construção, que por sinal estava absolutamente instável, cheio de rachaduras enooormes (é, eu sei, ele é louco). Meu Dééus, só de ver me deu falta de ar. Agora imagina ficar dias preso, com a possibilidade (muito real) de não ser encontrado? E pior, se conseguir sair ainda tem que enfrentar a mais completa e literal falta de estrutura. Fome, sede, doenças, violência, saber que amigos e parentes morreram. A coisa é muito, muito séria. Eu sei que problemas parecidos são encontrados em toda parte no mundo, mas essa é uma mega concentração de desgraça.

É interessante ver que no meio disso tudo possam aparecer coisas boas. Uma delas que eu achei suuuper legal foi o tipo de reação que a gente tá vendo por aí. Cara, esses dias estava vendo o Jornal Hoje com a minha mãe e vi equipes saindo de várias partes do mundo. Não só militares enviados pelo governo, mas pessoas de grupos humanitários, treinadas, com remédios, cães farejadores e tudo o mais, é como se o mundo entendesse e partisse para a ação. Ahh…eu sou meio sentimental com algumas coisas. Mas juro, parecia coisa de filme!!! hehehe Aquela galera preparada para dar o seu melhor no meio da completa desolação. Nos resgates você vê coreanos tirando senhoras dos escombros, chineses resgatando crianças, bolivianos distribuindo água. O mundo sendo mundo, com toda a interdependência que deveria ter.

Fiquei sabendo das doações milionárias de artistas como Gisele Bündchen (precisei da ajuda dos universitários para esse sobrenome), Sandra Bullock, o casal Brangelina entre vários outros. Sem contar os movimentos na internet para arrecadar dinheiro, o Hope for Haiti – o show que vai acontecer nessa sexta nos EUA com vários artistas de peso para arrecadar mais doações. Putz, que legal! Tá, sei que rola muito comentário crítico e dor-de-cotovelo por aí, do tipo “ahh, se eu tivesse essa grana toda também doava desse jeito”. Sim, sim. Eu confesso que isso também passou na minha cabeça. É infinitamente mais fácil doar da sobra do que do mirrado pão de cada dia de alguns. Mas venhamos e convenhamos, será que a gente doava essa grana preta meeeeesmo?! Mesmo ganhando uma nota?! Humm…para cada um que doa, tem uma multidão que ganha quase o mesmo tanto e não doa nada. E mais, tenho lá minhas dúvidas de que quem não dá conta de tirar 10 míseros reaisinhos (que não pagam nem um Big Mac e muito menos uma seção 3D de Avatar) como doação conseguiria doar muito se ganhasse à altura. Solidariedade não é proporcional, meu povo. Você não fica uma pessoa melhor porque ganha mais dinheiro. Na verdade, talvez fique pior.

De qualquer maneira, acho que o negócio é se esforçar pra fazer algo bom, hoje mesmo. Seja orando, seja divulgando, seja doando, seja indo lá. Uma das coisas mais legais desse mundo super globalizado e integrado é que a gente pode fazer algo legal sem sair de casa. Aliás, aproveite para orar mesmo. Porque mesmo com toda a ajuda que está chegando, eles estão enfrentando um sério problema de logística. A distribuição de doações e a assistência médica ao povo estão super complicados. Se você não pode ir, peça pra Deus incomodar o povo que pode ir pra dar um help.

E se quiser doar, clique aqui e escolha uma das instituições.

Anyway, vamos ficar felizes por aqueles que se sensibilizaram de coração e estão fazendo alguma coisa a respeito, seja botando a mão na massa, seja tirando o escorpião do bolso. Um viva aos doadores conhecidos e desconhecidos!!! De 5 reais a 1,5 milhão de dólares, quando você faz algo bom, de coração, um dia você vai colher o que plantou. Pra variar, temos um movimento global bom acontecendo no planeta.

Abração a todos……………………………………………..:)

Agora no twitter!

20 nov

Hello!

Hoje vou passar só pra deixar uns recadinhos e contar algumas novidades…

Quero começar agradecendo a galera que tem visitado o blog e os comentários do último post, me incentivando a deixar a minha lerdeza de lado e manter alguma frequência decente por aqui!

E hoje eu começo com novidades. Gente, estou no Twitter(!) Eu sou do tipo que deixa a ondas da modernidade passarem e só se rende depois de mucha lucha. Mas não teve jeito. Todo mundo está lá, sem hipérboles. Então resolvi dar minhas caras por lá também. Então se você tem twitter, seja meu amiguinho de twitter! É sério, ainda estou custando um pouco para achar o povo (até agora estou seguindo uns doze…), então novos contatos são muito bem vindos. E olha que bonitinho, consegui cadastrar com o nome do meu blog: http://twitter.com/blogdadeia Por sinal,  não sei se alguém reparou, mas tirei o acento do “Déia”. Ainda não estou muito por dentro das (já não tãão) novas regras do português, mas a primeira palavra que eu memomerizei foi “ideia”, sem acento. Logo, achei melhor atualizar meu nome para os novos tempos 🙂

Fico por aqui então. Hopefully, volto aqui esse fds 🙂

Abração a todos……………………… 🙂

O que podemos aprender com Susan Boyle

25 abr

Oi gente!

Hoje eu estava pensando em algumas coisas que gostaria de postar no blog, e me lembrei de uma que não poderia ficar de fora, já que se trata de um dos assuntos maaaais comentados da última semana. Sim, minha gente, quem senta na cadeira de honra hoje é a senhorita Susan Boyle, que deixou tooodo mundo boquiaberto com uma apresentação pra lá de surpreendente no programa britânico Britain’s Got Talent. Acho que a essa altura do campeonato todo mundo já viu o vídeo, mas recomendo ver de novo. Só hoje eu já vi duas vezes.

Diante disso, só uma passagem me veio na mente e no coração…

“Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas vis deste mundo , e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele.”(1 Coríntios 1:27-29)

Realmente, sinto como se Deus estivesse dando um tapa com luva de pelica em todos nós. E sabe por que? Nem tanto pelo motivo mais óbvio: para aprendermos a não julgar os pobres coitados que aparentemente não tem nada de bom para oferecer pro mundo. Acho que ele tem algo mais profundo e difícil pra nos ensinar. A verdade é que diante da bondade, da misericórdia, da beleza, da justiça e de toda a perfeição de Deus, todos nós somos pobres coitados. Sem dúvida, com toda nossa pompa e estilo, não chegamos aos pés da perfeição do Criador. Fico pensando que quando Deus olha para gente, de dentro pra fora, ele deve nos enxergar como nós enxergamos Susan Boyle. E sem a voz maravilhosa, ainda por cima. Mas ainda assim ele nos ama. A história da humanidade com Deus poderia ser escrita como A Bela e a Fera. E nosso papel, meu amigo, é de Fera.

Mas não fique triste, aí vai uma música para te inspirar a buscar a beleza não nos moldes humanos, mas na perspectiva de Deus.

Something Beautiful – Jars of Clay

If you put your arms around me, could it change the way I feel.
I guess I let myself believe that the outside might just bleed it’s way in.
Maybe stir the sleeping past lying under glass.
Waiting for the kiss that breaks this awful spell.
Pull me out of this lonely cell.

Close my eyes and hold my heart.
Cover me and make me something.
Change this something normal into something beautiful.

What I get from my reflection isn’t what I thought I’d see.
Give me reason to believe you’d never keep me incomplete.
Will you untie this loss of mine, it easily defines me.
Do you see it on my face.
That all I can think about is how long I’ve been waiting to feel you move me.

Close my eyes and hold my heart.
Cover me and make me something.
Change this something normal into something beautiful…

And I’m still fighting for the world to break these chains.
And I still pray when I look in your eyes.
You stare right back down into something beautiful.

Close my eyes and hold my heart.
Cover me and make me something.
Change this something normal into something beautiful…

Se o inglês estiver meio enferrujado, dá uma checada na tradução.

Bom, eu queria colocar mais coisitas, mas se colocar tudo em um post só você vai sair daqui vendo tudo mas não lembrando de nada. Então ficamos por aqui mesmo. Até o próximo post, e bom resto de fim de semana 🙂

Abração………………………………….:)

Eu e os esportes

3 fev

Oi galera!

Vou começar o post hoje falando um pouco de esportes, assunto pouco comentado por aqui. Eu tenho uma relação pouco feliz com a prática de qualquer esporte que seja. Futebol, basquete, vôlei, natação, handebol (hum…esse sim foi sofrido), pode escolher. A coisa simplesmente não acontece na hora de jogar, e eu já me conformei com o fato de que eu devo ter perdido a fila de habilidade esportiva quando Deus estava me criando. Acabei encontrando meu lugar na academia, que me acolheu calorosamente sem exigências de aptidão. Bom pra mim.

Mas não se engane, eu não fiquei sentida. Na verdade eu acho que gosto mais de alguns esportes do que muita gente que pratica. Tudo bem, eu confesso que futebol brasileiro pra valer é só em época de Copa mesmo e tem outros esportes que eu só lembro que existem nas Olimpíadas (marcha atlética?!?!). Mas quando eu engato em um jogo, meu filho, eu entro na coisa.

Ontem, por exemplo, foi o Super Bowl. Se você não sabe ou só não lembra, o Super Bowl é o jogo final da liga de futebol americano – NFL – nos Estados Unidos. É um suuuper evento lá, do tipo que pára o país. Eu sabia que existia, mas só soube que ia passar ontem na TV pelo meu irmão. O culto na igreja acabou, eu liguei a TV, e comecei a assistir. Comecei às 10 h da noite e fui até 1 h da manhã, torcendo como se fosse Cardinals desde que nasci (esclarescimentos: o jogo foi Pittsburgh Steelers vrs Arizona Cardinals). Os Steelers já tinham ganhado cinco vezes e era a primeira final dos Cardinals, que tinham uma torcida menor. Pra mim isso era motivo suficiente pra ser uma Cardinals. E fui, até o final, e fiquei injuriada porque eles perderam. Eles estavam perdendo, viraram o jogo mas os Steelers fizeram um touchdown no final e ganharam. Que grilo, né? Eu tenho um azar danado pra torcer. E olha que eu até orei durante o jogo pros Cardinals, mas não foi dessa vez.

                                                           cardinals

Kirk Warner – quarterback dos Cardinals      

E esse foi o touchdown que eu mais comemorei:

http://neswsports.com/2009/02/02/larry-fitzgerald-64-yard-touchdown-catch-2009-super-bowl-video/ 

                                                                        fitzgerald1

Larry Fitzgerald – receiver que fez o touchdown

Mas só torcer já foi super divertido, e agora eu sei um monte de regras e macetes do futebol americano. Com o tênis é a mesma coisa, sei uma pancada de coisa só de assistir, ouvir os comentaristas e as dicas muito pertinentes do meu pai. Aliás, a esperança é a última que morre, e eu ainda não tentei jogar tênis. Uma luzinha otimista no meu interior me diz que eu posso me dar bem e contrariar meu péssimo histórico esportivo. Vou ter o maior prazer de divulgar no blog se isso acontecer.

Enquanto isso eu continuo investindo na música, porque essa eu agarantcho!

Trouble – Pink

Abraços para todos…………………………………:)

Novidades

25 jan

Oi galera…

Sim, esse semana teve cheiro de novidade. Eu tenho aprendido a estar aberta à novidades, coisas diferentes, e tive chance de experimentar algumas nos últimos dias. Reuniões de oração diferentes, reunião de blogueiros, novos desafios para arrecadar dinheiro para causas muito justas, e por aí vai. Ou melhor, foi. Interessante, porque às vezes a gente tem medo do novo, né? Acho que nosso medo vem de uma insegurança quanto a quem nós somos e no que nós acreditamos. A gente perde muito quando se deixa  levar pelo comodismo de viver sempre as mesmas coisas, pela desconfiança do diferente.

                                                                                        barackobama

Hummm…..e filosofias à parte essa semana não teve só novidades a nível pessoal mas com certeza pro mundo todo. Porque sim minha gente, Barack Obama tomou posse e eu acompanhei toda a cerimônia pela TV com direito à uma cobertura extra no Bom Dia Brasil na quarta-feira.  Não, eu não sou uma fã inveterada do Obama, e na verdade tenho até um pouco de dó do homem, porque no final das contas, ele é só um homem. Acredito que ele será um bom presidente, mas não espero que ele desembainhe sua espada mágica e pelos poderes de Greyskull acabe com todo o mal de todos os países de todos os continentes do mundo. Acho que essa expectativa exagerada nele apenas mostra como esse mundo está afundado na desesperança e como as pessoas precisam de algo maior do que elas mesmas para se apoiarem. O mundo precisa de mudanças, com certeza, mas elas não vão ser fruto das decisões de apenas um homem.

Maaas não vamos negar o poder de influência e o papel importantíssimo que ele terá nos próximos anos. EUA são EUA, e espero que ele seja responsável e se atenha aos pontos críticos, que não são poucos. E se você não acompanhou a cerimônia te recomendo dar uma lidinha no discurso dele, afinal de contas, foi um momento histórico e bem emocionante. Como disse uma americana que assistiu a posse, é a história sendo feita.

O discurso: http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL964157-16108,00-LEIA+A+INTEGRA+DO+DISCURSO+DE+POSSE+DE+BARACK+OBAMA.html

Bom, no final das contas nós vamos ter que esperar pra ver. Enquanto isso a gente apóia os candidatos que com certeza dariam resultado. Esse veio do tempo do onçis…

“Negão é o teu passado”  hauahuahuahuahauahuahua….aiai, pois é gente, esse não tem erro!

                                                                  obamis

                     É OBAMIS PARA PRESIDENTIS

Abração………………………………………… : )

Selo da Amizade

24 out

Gente, olha só que fofo!!

                                                            

Meu blog ganhou um selo da amizade! E eu tenho que indicar mais cinco blogs, mas eu vou fazer um pouco diferente (nem sei se posso, maaas….) Eu quase não tenho acompanhado outros blogs ultimamente, apesar de estar doida pra fazer isso, e eu não gosto de fazer nada simplesmente por fazer.  Então hoje eu vou indicar três blogs que eu tenho lido e que tem me edificado muito, e os outros vem daqui uns dias! Então aí vai:

Recado do Céu

Mulher Total

Blog da Ana

Os links estão no meu blogroll, então visitem! Ah, e visitem também o blog http://geracaorenovada.blogspot.com/ , do Kennedy, que foi quem me indicou!

Abração……………….:)